Perfil

A CSP representa o setor dos serviços em Portugal, abrangendo áreas tão diversificadas como telecomunicações, centros comerciais, distribuição organizada, comunicação comercial, comércio grossista e eletrónico, saúde, consultadoria empresarial, tecnologias de informação, transportes expresso, segurança privada e estudos de mercado.

  • Representa setores da economia capazes de gerar mais de 20% do PIB
  • Agrega cerca de 220.000 empregos diretos
  • Os seus Associados contribuem para mais de 1/3 da receita global do IVA.
    Representa uma fatia significativa da capitalização bolsista no mercado de capitais.
  • Representa os setores decisivos para a nova economia digital, com uma forte componente de I&D e de trabalho qualificado.
  • É um player importante para a recuperação económica do País e modernização do tecido empresarial.
  • É um parceiro essencial para perspetivar os interesses patronais.

Missão

O mundo mudou muito e hoje, como é bem sabido, devem ser valorizadas perspetivas e contributos que tenham a coragem de assumir alternativas no presente para melhor salvaguardarmos o nosso futuro coletivo.

No nosso País e em sede de concertação social, os serviços modernos não só não estão adequadamente representados como o próprio comércio apenas o está de forma parcial.

Nas sociedades modernas torna-se cada vez mais importante o desenvolvimento do diálogo e da concertação social, tendo em vista a celebração de acordos cuja vigência tende a ser prolongada. Efetivamente, a atração e promoção do investimento exige uma continuidade nas políticas públicas apenas compaginável com períodos de tempo dilatados que transcendem, de forma significativa, a duração normal dos mandatos de órgãos de soberania. Neste desiderato, a CSP procurará assumir-se como Parceiro Social de pleno direito para uma maior e mais eficaz defesa dos interesses que a legitimam.

Objetivos

  • Tornar

    Tornar a CSP num parceiro social cuja voz seja reconhecida na análise e discussão das políticas públicas indispensáveis ao desenvolvimento económico e social do nosso País e com reflexos inevitáveis no seu tecido empresarial.

  • Pugnar

    Pugnar por ser um fórum privilegiado para a defesa dos interesses dos seus Associados, assumindo-se, igualmente, como um fórum de resposta aos desafios, gerando novas propostas e novos olhares sobre a economia e a sociedade portuguesas.

  • Assumir

    Assumir a CSP como um pólo aglutinador de experiências empresariais capaz de proporcionar uma evolução contínua das práticas de gestão tendo em vista os mais elevados níveis de competitividade e de serviço ao consumidor.

  • Alcançar

    Alcançar um papel destacado no associativismo empresarial sendo crescentemente a Confederação preferida pelas associações e empresas mais dinâmicas do País.

Causas

Nas sociedades modernas, a pedra angular do desenvolvimento reside no crescimento da produtividade que é levado a cabo num ambiente de reformas – incidindo sobre os mercados e os factores de produção – que estimulam o investimento, revelando uma preocupação essencial de sustentabilidade atenta aos efeitos da modernização (ampliada essencialmente pelas tecnologias de informação e comunicação) num esforço contínuo de adaptação aos novos desafios e tendências na sociedade.

Quem Somos